Alérgico a leite? Intolerante a lactose? A páscoa chegou. E agora? Vai ficar sem seu chocolate?
29 de março de 2019
Salmão e nozes reduzem crises em crianças asmáticas, diz estudo
3 de abril de 2019

Quem tem asma e bronquite tem direito a gratuidade na vacina da gripe

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou nesta semana as vacinas aprovadas para prevenir a gripe em 2019 e a campanha de vacinação vai ocorrer entre 10 de abril e 31 de maio.

É importante lembrar que pacientes com doenças crônicas (diabetes, doenças cardíacas e respiratórias, distúrbios que comprometem a imunidade, como o câncer, e outras) estão incluídos no grupo algo e têm indicação para tomar a vacina (mas esses pacientes precisam ter o encaminhamento do médico que faz o acompanhamento dessas doenças para garantir a gratuidade da vacina).

Tomar a injeção anualmente é importante, porque a gripe pode ter consequências sérias, como pneumonia e infarto. Pra ter ideia, ela mata mais de 650 mil pessoas todos os anos segundo a OMS. A Sociedade Brasileira de Imunizações (Sbim) recomenda a proteção para todas as pessoas a partir dos 6 meses de vida, principalmente as mais sujeitas a complicações graves.

A primeira fase nacional, que vai até 22 de abril, será focada em crianças, gestantes e puérperas (mulheres que tiveram filhos recentemente). A partir dessa data, todo o público-alvo pode se vacinar. A lista completa do grupo prioritário é essa:
● Gestantes e puérperas
● Crianças de 6 meses a 5 anos de idade
● Maiores de 60 anos
● Profissionais da saúde
● Pessoas de qualquer idade com doenças crônicas (diabetes, doenças cardíacas e respiratórias, distúrbios que comprometem a imunidade, como o câncer, e outras)
● População indígena
● Pessoas privadas de liberdade
● Professores da rede pública e privada
● Trabalhadores do sistema prisional

Indivíduos que não se encaixam nessa lista podem procurar a rede privada para se proteger. Se você tem dúvidas, sobre se deve ou não tomar a vacina converse com o seu médico. Caso não se encaixe no grupo de risco, mas deseja se proteger, o serviço de Alergia da Policlínica de Botafogo oferece a vacina.
E lembre-se que a vacina oferecida na rede particular é tetravalente e protege contra um sorotipo a mais que a vacina da rede publica (trivalente).
Para mais informações, entre em contato através dos canais abaixo:
🏥 Alergia – Policlínica de Botafogo
21. 2543 1939
21. 2542 7675
21. 99086 73092 (WhatsApp)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *