Clínica de tratamento para alergia em Botafogo
26 de agosto de 2021
Tratamento em clínica de alergia em Botafogo
Tratamento em clínica de alergia em Botafogo
10 de setembro de 2021

Alergia ao látex, preservativos e luvas

alergia ao látex

 

O que é látex?


O látex da borracha natural vem de um líquido (da seiva) presente nas seringueiras tropicais. Este líquido é processado para fazer muitos produtos de borracha usados ​​em casa e no trabalho.

Além disso, muitos suprimentos médicos e odontológicos contêm látex, incluindo luvas, manguitos de pressão arterial, cateteres urinários, materiais dentários e ortopédicos bem como torniquetes e equipamentos para reanimação.

Substitutos sem látex podem ser encontrados para todos esses itens que contêm látex.

  • Balões
  • Luvas de lavar louça
  • Cintos na roupa
  • Brinquedos de borracha
  • Chupetas e bicos de mamadeira
  • Elásticos
  • Fita adesiva e bandagens
  • Fraldas e absorventes higiênicos
  • Preservativos

     

O que é alergia ao látex?


A proteína da borracha pode causar uma reação alérgica em algumas pessoas. Essa reação pode variar de espirros a choque anafilático, que é uma condição séria que requer atenção médica imediata.

A borracha de látex fina e elástica em luvas, preservativos e balões é rica nessa proteína. Causa mais reações alérgicas do que produtos feitos de borracha de látex duro (como pneus). Como algumas luvas de látex são revestidas com pó de amido de milho, as partículas de proteína de látex podem aderir ao amido de milho e voar para o ar quando as luvas são retiradas. Em locais onde as luvas são colocadas e removidas com frequência, o ar pode conter muitas partículas de látex.

Tenho alergia a latex ao usar luvas. Posso ter alergia a borracha?

Pouco provavel. A maior parte dos produtos derivados do látex são transformados pela industria em borracha (88%). Para isso o látex é submetido a altas temperaturas por prolongado período de tempo. Isso faz com que a maior parte das proteinas do látex capazes de causar alergia sejam desnaturadas e percam sua capacidade de causar alergia.

Produtos como pneus, borrachas, bolas de tenis, brinquedos de plástico, carpetes antiderrapantes etc dificilmente causam reações alérgias. 

Apenas 12% do látex é usado pela industria para fazer produtos em sua forma não coagulada, sem ser submetido a altas temperaturas. São fabricados luvas, preservativos, balões de festa etc. Por esse método as proteinas alergênicas do látex são preservadas e esses produtos têm uma alta capacidade de causar alergia em pessoas sensíveis

fabricação de luva de látex

Sintomas de alergia ao látex

Algumas pessoas que usam luvas de látex apresentam inchaços, feridas, rachaduras ou áreas salientes e vermelhas nas mãos. Esses sintomas geralmente aparecem 12 a 36 horas após o contato com o látex. Mudar para luvas sem látex, usar forros de luva e prestar mais atenção ao cuidado das mãos pode ajudar a aliviar esses sintomas.

Esses são sintomas da dermatite de contato pelo latéx e costumam ser localizados na área em contato com o látex e não são graves, com risco de vida.

Uma pessoa que é altamente alérgica ao látex também pode ter uma reação alérgica com risco de vida, chamada choque anafilático. Os sintomas incluem:

  •  Olhos vermelhos, lacrimejantes e com coceira
  • Espirros ou corrimento nasal
  • Erupção cutânea ou urticária
  • Tosse
  • Aperto no peito
  • Falta de ar
  • Dificuldade para respirar
  • Tontura
  • Confusão
  • Respiração ofegante
  • Náusea
  • Vômito
  • Pulso rápido ou fraco
  • Perda de consciência

    Alguém que está tendo uma reação anafilática precisa de atenção médica imediata.

Quem corre risco de ter alergia ao látex?

Os produtos de látex estão por toda parte. Qualquer pessoa pode desenvolver uma alergia ao látex porem os profissionais de saúde e da indústria da borracha parecem ter o maior risco de alergia ao látex.

Os profissionais de saúde com outras alergias como rinite alérgica, asma e dermatite atópica têm uma chance especialmente alta de desenvolver alergia ao látex.

As pessoas também em risco são aquelas que passaram por muitas operações (especialmente na infância), pessoas que têm espinha bífida (um defeito de nascença que afeta o desenvolvimento da coluna) e pessoas que têm alergia alimentar.

Qual a relação entre alergia ao látex e alimentos?

Como algumas proteínas da borracha são semelhantes às proteínas dos alimentos, alguns alimentos também podem causar uma reação alérgica em pessoas que são alérgicas ao látex. Os mais comuns desses alimentos são banana, abacate, castanha, kiwi e maracujá. Embora muitos outros alimentos possam causar uma reação alérgica, evitá-los pode causar problemas nutricionais. Portanto, é recomendável evitar apenas os alimentos que já causaram uma reação alérgica.

A essa reação cruzada entre a alergia ao látex e outros alimentos damos o nome de síndrome látex fruta.

O que devo fazer se achar que tenho alergia ao látex?

Consulte um médico, de preferência um alergista com experiência no tratamento de alergia ao látex. Seu médico fará uma história detalhada e poderá confirmar o diagnóstico com um exame de sangue ou teste alérgico cutâneo (prick teste). O teste alérgico cutâneo deve ser feito apenas por médicos especialistas pois pode evoluir com afeitos adversos importantes no caso de alergia a latex grave.

teste alérgico

Como tratar a alergia ao látex?

Embora não haja tratamento para a alergia ao látex, você pode reduzir o risco de reação evitando o contato direto com o látex. Execute etapas para descobrir quais produtos em seu ambiente contêm látex. Em seguida, encontre substitutos para esses produtos.

Marcas de preservativos sem látex

  • preservativo Skyn Tradicional
  • Preservativo Skyn texturizado
  • Preservativo feminino Della
  • Preservativo Preserv Extra Premium
  • Preservativo Jontex pele com pele

Também é importante evitar respirar partículas de látex de luvas com pó ou outras fontes. Se você for um profissional de saúde ou um paciente, todos ao seu redor devem usar luvas de látex sem pó ou luvas sem látex. Se você trabalha na área de saúde, compare diferentes tipos de luvas sem látex para encontrar as que são mais adequadas para você.

Luvas sem látex

  • luvas de de nitrilo (boa elasticidade, alta resistência. Melhor opção para alérgicos a látex)
  • Luvas de vinil ( menos conforto e elasticidade, menos resistente a perfuração)
  • Luvas de Nitrivyl (fórmula hibrida entre vinil e nitrila)

Sempre use ou carregue uma pulseira, colar ou chaveiro de alerta médico que avisa os profissionais de saude  e os médicos que você é alérgico ao látex. Fale com o seu médico sobre como obter uma receita para uma caneta de auto-injeção de epinefrina, para usar em caso de uma reação grave. Você pode levar luvas sem látex com você o tempo todo para uso pela equipe de emergência se precisar de atenção médica.

 

Se você for exposto ao látex em seu trabalho, informe seu empregador e colegas de trabalho sobre sua alergia ao látex. Evite luvas de látex completamente se não houver risco de contaminação de sangue e fluidos corporais. Use luvas sem pó se preferir luvas de látex. Essas medidas ajudarão a evitar que outras pessoas se tornem alérgicas ao látex.

Perguntas para fazer ao seu médico sobre alergia a latex

  1. O látex é um produto de borracha. Estou em risco de ter outras alergias à borracha?
  2. Quais produtos contêm látex? Como faço para evitar isso?
  3. Como posso ter certeza de que todos os membros da minha equipe de saúde sabem sobre minha alergia ao látex?
  4. Como posso saber se minhas reações alérgicas estão piorando? Posso estar em risco de anafilaxia?
  5. Eu preciso carregar adrenalina autoinjetável?
  6. Preciso de uma pulseira de alerta médico? Onde posso obter uma?
  7. Eu sou sexualmente ativo. O que é uma boa alternativa aos preservativos de látex?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>