A Clínica

Tradição e segurança para você

O Serviço de Alergia e Imunologia da Policlínica de Botafogo foi fundado pela Dra Maria Cecilia Aguiar em 1990 e desde então vem tratando gerações de famílias. Estamos localizados no primeiro andar do hospital, próximo a portaria principal.

Nosso objetivo é diagnosticar doenças alérgicas ( asma brônquica, rinite alérgica, dermatite de contato e atópica, conjuntivite alérgica, alergia a insetos, alergia alimentar, alergia a medicamentos, etc ) e imunodeficiências.

Atendemos clientes com horário marcado e os que nos procuram numa emergência.

Médicos de alto nível

Dra Maria Cecilia Aguiar

Formação

  • Formada pela Faculdade Nacional de Medicina (UFRJ) - 1970
  • Residência em Pediatria nos USA – Un. de Memphis, TN
  • Residência em Alergia e Imunologia nos USA, Clínica Mayo, MN
  • Fellow em Alergia e Imunologia nos USA, Un. de Harvard
  • Membro da Sociedade Brasileira de Alergia e Imunologia
  • Membro da Academia Americana de Alergia e Imunologia
  • Membro da Sociedade Brasileira de Pediatria
  • Mestre em Alergia e Imunologia

Dr. Andre Aguiar Gauderer

Formação

  • Formado pela Faculdade Nacional de Medicina (UFRJ) - 2004
  • Residência em Otorrinolaringologia pela UFRJ
  • Pós-Graduação em Alergia e Imunologia pela UFRJ
  • Estágio no Serviço de Alergia e Imunologia da Uni Rio
  • Membro da IAPO, Interamerican Associatioon of Pediatric Otorhinolaryngology
  • Membro da Sociedade Brasileira de Alergia e Imunologia
  • Membro da Sociedade de Otorrinolaringologia do estado do Rio de Janeiro
  • Membro do Colégio Americano de Alergia e Imunologia
  • Membro da Sociedade Brasileira de Otorrinolaringologia

O Serviço de Alergia e Imunologia fica em um dos mais tradicionais hospitais da cidade e conta com o suporte de uma estrutura hospitalar para oferecer testes alérgicos e procedimentos na especialidade.


Tratamentos

Os mais diversos tratamentos na especialidades

RINITE ALÉRGICA

A rinite alérgica é uma inflamação da mucosa nasal e dos seios paranasais que ocorre devido a uma reação alérgica do paciente a determinadas substâncias alergênicas. As principais substâncias que causam alergia no nosso meio são os ácaros (poeira doméstica), fungos, pelos de animais, como cachorro e gato e polém. O paciente costuma apresentar sintomas como espirros, coceira, obstrução nasal, secreção nasal clara, perda do olfato e dor facial.

O diagnóstico é feito no consultório pelo especialista e leva em conta os sintomas do paciente e o resultado dos testes alérgicos, que podem ser feitos na hora da consulta (prick teste) ou pelo sangue (IgE especifica).

Nem toda rinite tem causa alérgica e o médico alergista vai precisar diferenciar qual tipo de rinite você tem, pois o tratamento é específico para cada tipo de rinite.

O tratamento da rinite alérgica se baseia em um tripé:
●Controle de ambiente (evitar o contato com as coisas que causam alergia)
●Medicamentos (corticoide nasal, lavagem nasal, antialérgicos, etc)
●Imunoterapia (vacinas para alergia)

SINUSITE

é uma inflamação da mucosa dos seios da face, região do crânio formada por cavidades ósseas ao redor do nariz, maçãs do rosto e olhos. A doença pode ser secundária a uma infecção, quadro alérgico ou qualquer fator que atrapalhe a correta drenagem de secreção dos seios da face. A sinusite aguda pode ser desencadeada por um resfriado ou por alergias e pode desaparecer por conta própria. A sinusite crônica dura até oito semanas e pode ser causada por uma infecção ou por tumores.

Os sintomas incluem dor de cabeça, dor facial, secreção nasal e congestão nasal.

A sinusite aguda geralmente não requer nenhum tratamento além do alívio sintomático com medicamentos para a dor, descongestionantes nasais e soro para lavagem nasal. A sinusite crônica pode exigir antibióticos.

CONJUNTIVITE ALÉRGICA

A conjuntivite alérgica é uma inflamação na mucosa do olho (conjuntiva) devido a alergia. Embora haja diversos alérgenos, o pólen é uma causa sazonal comum.

Os sintomas incluem:
coceira, olhos marejados, vermelhidão ou olhos inchados (nos olhos)
sensibilidade à luz ou visão embaçada (na visão)

O tratamento inclui evitar os alérgenos e usar medicamentos anti-histamínicos, seja por via oral ou diretamente nos olhos.

ASMA

Asma é uma doença que causa diminuição do fluxo de ar nos pulmões. Isso pode resultar em uma variedade de sintomas como dificuldade de respirar, chiado no peito, aperto ou pressão no peito e tosse.

Cerca de 5-10% da população brasileira tem algum grau de asma sendo a quarta maior causa de hospitalização no Brasil. No mundo, estima-se que 300 milhões de pessoas têm asma.

A gravidade da asma pode variar muito, desde uma pessoa que tem apenas tosse crônica ou um pouco de cansaço ocasional, até crises graves de falta de ar que podem até levar a morte.

O diagnóstico é feito durante a consulta e o médico precisa avaliar a história do paciente, achados do exame físico, principalmente ausculta pulmonar, testes de alergia e prova de função pulmonar.


DERMATITE ATÓPICA

Até 20% das crianças e 3% dos adultos tem alguma forma de dermatite atópica e o número de doentes dobrou nas últimas 3 décadas. A doença tem origem genética e é considerada a principal doença inflamatória crônica da pele. É mais comum na infância e cerca de 60% dos casos ocorrem no primeiro ano de vida.

A forma leve é a mais comum (80% das vezes) e em 70% dos casos há melhora gradual até o final da infância. Infelizmente alguns casos podem se manter até a vida adulta e também é possível, embora mais raro, surgir pela primeira vez no adulto.

DERMATITE DE CONTATO

A dermatite de contato (ou eczema de contato) é uma reação inflamatória na pele decorrente da exposição a um agente capaz de causar irritação ou alergia. Existem dois tipos de dermatite de contato a irritativa e a alérgica:

surge após repetidas exposições a um produto ou substância. Depende de ações do sistema de defesa do organismo, e por esse motivo pode demorar de meses a anos para ocorrer, após o contato inicial. Essa forma de dermatite de contato aparece, em geral, pelo contato com produtos de uso diário e frequente, como perfumes, cremes hidratantes, esmaltes de unha e medicamentos de uso tópico, entre outros. As lesões da pele acometem o local de contato com a pele.

O diagnóstico pode ser esclarecido pelo teste alérgico de contato (patch-test) que consiste na aplicação de 30-40 substâncias na pele das costas.

ALERGIA A MEDICAMENTOS

Alergia a medicamentos é definida como todo efeito adverso, não desejado, a um medicamento que tem uma causa imunológica Todos os medicamentos podem provocar algum tipo de efeito não desejado, efeito adverso. Nem todos são exemplos de alergia a medicamentos. Por exemplo o uso de dipirona pode baixar a pressão da paciente e causar tontura, isso não é alergia a dipirona. No entanto, a dipirona também pode causar urticária e angioedema e isso pode ser um processo alérgico a dipirona ou a todo um grupo de medicamentos que são os anti-inflamatórios.

O trabalho da alergista se assemelha a de um detetive. Ele deve investigar todos os possíveis medicamentos que causaram determinado efeito adverso e através da história clínica do paciente e de exames complementares tentar determinar qual medicamento é o responsável e se a reação realmente é alérgica ou não. ​

ALERGIA ALIMENTAR

A alergia alimentar é uma reação adversa, de causa imunológica, a um determinado alimento. O nosso organismo entende que aquele alimento é ruim para o nosso corpo e produz moléculas de defesa (anticorpo IgE) contra as proteínas desse alimento.

Esse mal entendido leva a um processo de inflamação e liberação de várias moléculas que resultam em uma agressão ao nosso corpo.

ALERGIA A INSETOS

Quando um inseto pica uma pessoa ele injeta algumas substâncias que têm a função de anestesiar o local e impedir a coagulação do sangue para poder então poder sugar.

Essas substâncias podem causar uma reação alérgica no local da picada, principalmente em crianças. ​

IMUNIDADE BAIXA

Imunidade é o nome que damos à capacidade do organismo de se defender de invasores, no caso vírus, bactérias ou fungos que possam causar doenças.

Quando ela está baixa, ficamos muito mais propensos a ter pequenas e grandes infecções e quadros como gripes.

INFECCÇÃO POR REPETIÇÃO

Alguns pacientes, principalmente crianças, apresentam quadros de infecções respiratórias de repetição.

Isso leva a um grande transtorno na vida dessas pessoas por terem que se afastar da escola, trabalho, atividades físicas e por vezes essas infecções pode complicar com doenças mais graves levando a visitas hospitalares, uso frequente de antibióticos e até internações. ​

URTICÁRIA

É uma doença de pele em que placas avermelhadas como picadas de mosquitos (empolamentos) aparecem em vários locais do corpo, geralmente coçam bastante. Essas placas normalmente duram menos de 24hs e desaparecem sozinhas ou com uso de medicamentos, sem deixar marcas, podendo aparecer em outro local logo depois.

Em algumas pessoas podem aparecer inchaços (angioedema), geralmente na boca, pálpebras, mãos e pés. O angioedema demora mais a sumir, até 72hs. O mastócito é uma célula presente em nossa pele que geralmente é a responsável pela urticária. Essa célula libera um mediador químico chamado histamina que quando liberada na superfície da pele causa a urticária e na parte mais profunda da pele o angioedema. ​

TESTES ALÉRGICOS

Quando combinado com uma história clínica detalhada os testes ajudam a encontrar a causa da reação alérgica e muitas vezes evitando o contato é possível curar ou ao menos amenizar as alergias.

Os testes ajudam a diagnosticar alergias a poeira, fungos, pelos de animais, picadas de insetos, alimentos diversos, medicamentos, produtos químicos, metais etc. ​

Convênios

Além dos planos de saúde listados abaixo, atendemos pacientes particulares em consultas, testes alérgicos e demais procedimentos na especialidade

Blog

Dicas de saúde e as últimas novidades na especialidade de Alergia e Imunologia

15 de julho de 2019

Alergia a antibióticos – alergia a penicilina

As penicilinas são os antibióticos mais usados no mundo, principalmente em crianças. Porém uma grande parte da população se diz alérgica a penicilinas e é obrigada […]
3 de abril de 2019

Salmão e nozes reduzem crises em crianças asmáticas, diz estudo

Uma análise feita por pesquisadores da Johns Hopkins Medicine (EUA) mostrou que crianças com asma e que ingerem uma quantidade maior de salmão ou nozes conseguem […]
2 de abril de 2019

Quem tem asma e bronquite tem direito a gratuidade na vacina da gripe

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou nesta semana as vacinas aprovadas para prevenir a gripe em 2019 e a campanha de vacinação vai ocorrer […]
29 de março de 2019

Alérgico a leite? Intolerante a lactose? A páscoa chegou. E agora? Vai ficar sem seu chocolate?

Se você tem algum tipo de restrição alimentar como alergia ao leite de vaca (aplv), ou intolerância a lactose a páscoa pode ser um problema. Mas […]
12 de março de 2019

Sabonetes Syndets: banhos sem irritação e alergias

O pH da pele humana é levemente ácido, em média pH 5,5 conferindo uma proteção adicional contra microrganismos. O banho além de ser um momento de […]
27 de fevereiro de 2019

Dupixent: Chegou a cura para dermatite atópica?

Dermatite atópica (DA) é a principal doença inflamatória crônica da pele, acometendo até 20% das crianças e 3% dos adultos. É caracterizada por uma pele extremamente […]

Contato

Entre em contato conosco através dos canais abaixo:

Policlínica de Botafogo