alergia a gato
Desvendando os Segredos da Alergia a Gato
15 de junho de 2021
Tratamento para sinusite em Botafogo
25 de agosto de 2021

Rinite alergica. Saiba tudo e pare de sofrer.

rinite alérgica

 

O que é rinite alérgica?

Rinite alérgica é uma inflamação da mucosa nasal (a parte de dentro do nariz) causada por um processo alérgico. Isso leva sintomas como espirros, obstrução nasal, coriza (aquela água clara que sai do nariz) e coceira.

Rinite alérgica sintomas

  • Espirros
  • Nariz entupido
  • Coceira (principalmente olhos, nariz, boca, garganta e pele)
  • Coriza (água clara que sai do nariz)
  • Tosse
  • Dor de cabeça
  • Pressão no nariz e bochechas
  • Plenitude de ouvido (ouvido entupido) e estalos no ouvido
  • Dor de garganta
  • Olhos lacrimejantes, vermelhos ou inchados
  • Olheiras sob seus olhos
  • Diminuição do olfato

Qual a causa da alergia?

Você tem uma alergia quando seu corpo reage exageradamente a coisas que não causam problemas para a maioria das pessoas como ácaros da poeira doméstica, pelo de cachorro e gato.

Essas coisas são chamadas de alérgenos. Se você tem alergia, quando é exposto a um alérgeno, pelo de gato por exemplo, seu corpo libera substâncias químicas para se defender. Um tipo de produto químico que seu corpo libera é chamado de histamina.

A histamina é a defesa do seu corpo contra o alérgeno. A liberação de histamina é uma das causas dos sintomas da rinite alérgica.

Quais os alérgenos mais comuns que causam rinite alérgica?

Ácaros da poeira doméstica.

ácaro - rinite alérgica

ácaro

Muitos alérgenos, incluindo os ácaros, estão na poeira. Os ácaros são minúsculas criaturas vivas encontradas em roupas de cama, colchões, carpetes e móveis estofados. Eles vivem com células mortas da pele e outras coisas encontradas na poeira doméstica.

São os principais alérgenos no Brasil. Se multiplicam principalmente em clima quente e úmido, por isso a predileção por locais de clima tropical como o Brasil

Mofo (fungos).

O mofo é comum onde a água tende a se acumular, como cortinas de chuveiro, molduras de janelas e porões úmidos. Quem tem rinite alérgica por fungos geralmente piora durante o tempo úmido e chuvoso.

Pelos de animais.

As proteínas encontradas na pele, saliva e urina de animais de estimação peludos, como cães e gatos, são alérgenos. Você pode ficar exposto a pelos ao manusear um animal ou à poeira doméstica que contenha pelos.

Polem.

Alergia a polem é muito mais comum em locais de clima temperado como a Europa, América do Norte ou sul da América do Sul. No Brasil não é tão frequente, podendo ser o responsável pela rinite alérgica na região sul do Brasil, como Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do sul

Como a rinite alérgica difere de um resfriado ou gripe?

  • A rinite alérgica dura mais do que um resfriado ou gripe – até várias semanas – e não causa febre.
  • A secreção nasal da rinite alérgica é rala, aquosa e clara, enquanto a secreção nasal de um resfriado ou gripe tende a ser mais espessa.
  • A coceira (principalmente nos olhos, nariz, boca, garganta e pele) é comum na rinite alérgica, mas não com resfriado ou gripe.
  • Os espirros são mais proeminentes na rinite alérgica e podem ocorrer em episódios bastante violentos.

Fatores de risco para rinite alérgica

As alergias podem afetar qualquer pessoa, mas é mais provável que você desenvolva rinite alérgica se houver um histórico de alergias em sua família. Ter asma ou eczema atópico (dermatite atópica) também pode aumentar o risco de rinite alérgica.

Alguns fatores externos podem desencadear ou agravar a rinite alérgica, incluindo:

  • Fumaça de cigarro
  • Produtos químicos
  • Temperaturas frias
  • Umidade
  • Vento
  • Poluição do ar
  • Spray de cabelo
  • Perfumes
  • Colônias
  • Fumaça de madeira
  • Vapores

Quando devo consultar um médico para tratar de rinite alérgica?

Se os seus sintomas interferem na sua vida, considere consultar um alergista ou otorrinolaringologista.

Seu médico fará um exame físico e fará perguntas sobre seus sintomas. Descreva seus sintomas, o tempo que você já tem rinite, frequência das crises, fatores que pioram as crises de rinite e não esqueça de levar anotado os remédios que costuma usar para tratar sua rinite alérgica.

Possivelmente seu médico solicitará exames alérgicos para você e iniciará um tratamento.

Como posso saber se tenho rinite alérgica?

O diagnóstico de rinite alérgica e clínico e associado a exames complementares. Seu médico fará um exame físico e perguntará sobre seus sintomas, quando eles ocorrem e a quanto tempo você tem os sintomas de rinite alérgica.

Irá também avaliar outras possíveis doenças alérgicas que podem estar associadas como asma, dermatite atópica e conjuntivite alérgica. 

Seu médico também deverá fazer um exame para investigar ao que você tem alergia. Pode ser um teste cutâneo na própria clínica ou um exame de sangue do tipo RAST ou IgE especifica para o alérgeno.

Um teste cutâneo de alergia coloca pequenas quantidades de alérgenos em sua pele para ver a quais você reage. Demora apenas 15-20 minutos para saber o resultado e é praticamente indolor.

Teste alérgico para rinite alérgica

teste alérgico para rinite alérgica

Outra possibilidade é pedir o exame de sangue do tipo rast que também avalia muito bem as alergias porém tem o inconveniente de demorar um pouco mais para sair o resultado, alguns dias em geral

Como posso evitar alérgenos?

Pólen.

A rinite alérgica por pólen não é muito comum no Brasil. É mais comum em regiões de clima temperado como América do norte e Europa. No Brasil a rinite alérgica por polem pode ser encontrada na região sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul).

Para evitar o polem tome banho antes de deitar para lavar o pólen e outros alérgenos do cabelo e da pele. Evite sair de casa em dias secos e ventosos durante a estação do polem.

Mantenha as janelas e portas fechadas e use um ar-condicionado em casa e no carro.

Mofo.

Você pode reduzir a quantidade de mofo em sua casa removendo plantas domésticas e limpando frequentemente cortinas de chuveiro, janelas de banheiro, paredes úmidas, áreas com podridão seca e latas de lixo internas. Use uma mistura de água e alvejante para matar o mofo.

Abra portas e janelas e use ventiladores para aumentar o movimento do ar e ajudar a prevenir o mofo. Não tape os banheiros ou outros cômodos úmidos e use tinta à prova de mofo em vez de papel de parede.

Reduzir a umidade em sua casa para 50% ou menos também pode ajudar. Você pode controlar a qualidade do ar de sua casa usando um desumidificador e limpando ou substituindo filtros de partículas pequenas em seu sistema de ar central.

Pelo de animais.

Se suas alergias forem graves, pode ser necessário doar seus animais de estimação ou, pelo menos, mantê-los do lado de fora. Pelos de gato ou cachorro geralmente se acumulam na poeira doméstica e levam 4 semanas ou mais para morrer.

No entanto, existem maneiras de reduzir a quantidade de pelos de animais em sua casa. Usar forro de colchão antialérgico, dar banho em seu animal de estimação com frequência e usar um filtro de ar pode ajudar a reduzir a pelos. Pergunte ao seu veterinário outras maneiras de reduzir a pelos de animais em sua casa.

Poeira e ácaros.

Para reduzir os ácaros da poeira em sua casa, remova cortinas, travesseiros de plumas, móveis estofados, edredons não laváveis ​​e brinquedos de pelúcia. Substitua os tapetes por piso frio ou madeira. Pisos polidos são os melhores. Limpe o piso frequentemente com um esfregão úmido e limpe as superfícies com um pano úmido.

Aspire regularmente com uma máquina que tenha um filtro de partículas de ar de alta eficiência (HEPA). Aspire móveis e cortinas macios, bem como pisos. Instale um filtro de ar com um filtro de partículas ou eletrostático de alta eficiência. Lave carpetes e estofados com produtos de limpeza especiais, como benzoato de benzila ou spray de ácido tânico.

Lave todas as roupas de cama em água quente a cada 7 a 10 dias. Não use protetores de colchão. Cubra o colchão e os travesseiros com forro antialérgico. Reduza a umidade em sua casa usando um desumidificador.

Remédio para rinite alérgica

Vários medicamentos podem ser usados ​​para tratar a rinite alérgica. Seu médico o ajudará a determinar qual medicamento é melhor para você, dependendo de seus sintomas, idade e saúde geral.

Esses medicamentos são mais úteis se você os usar antes de ser exposto a alérgenos.

Anti-histamínicos ou antialérgicos

antialergicos para rinite alérica

antialérgicos para rinite alérgica

Ajudam a reduzir os espirros, coriza e coceira das alergias. Aliviam parcialmente a obstrução nasal.

São divididos em antialérgicos de primeira geração, que costumam causar mais sonolência e os mais modernos de segunda e terceira geração que não costumam dar sono.

São exemplos de antialérgicos de primeira geração:

  • Hidroxizina – Hixizine
  • Clorfeniramina – Polaramine, Histamim
  • Prometazina – Fenergan

São exemplos de antialérgicos de segunda e terceira geração:

  • Loratadina – Claritin
  • Cetirizina – Zyrtec
  • Desloratadina – Desalex, Esalerg
  • Levocetirizina – Zyxen, Zina
  • Bilastina – Alektos
  • Fexofenadina – Allegra, Fexodane
  • Rupatadin – Rupafin
  • Ebastina – Ebastel

Corticoides nasais


Reduzem a reação dos tecidos nasais aos alérgenos inalados. Isso ajuda a aliviar o inchaço do nariz, fazendo com que você se sinta menos entupido. Eles são os medicamentos mais eficazes no tratamento de pacientes com sintomas crônicos. Demoram alguns dias para terem seu efeito máximo e geralmente são prescritos por períodos mais prolongados de semanas a meses.

Lavagem nasal com soro fisiológico

soro fisiologico para rinite alergica

soro fisiológico

O nariz é um filtro, que retira do ar impurezas e pode acumular secreção, sujeira e celulas do processo inflamatório. Então faz sentido lavar o nariz para deixar o nosso filtro funcionando o melhor possivel.

Alguns estudos mostram que apenas lavando o nariz com soro fisiológico é possivel uma melhora de cerca de 30% dos sintomas da rinite alérgica. Não é um numero muito alto, mas nada mal para agua com sal.

Existe atualmente uma grande variedade de produtos para lavar o nariz, mas no final das contas é tudo soro fisiologico no nariz. Encontre um produto que voce gosta e use regularmente.

  • Sprays de jato continuo – Rinosoro jet, Maresis, Sorine jet, Salsep jet
  • Lavagem com seringa de 5 a 20ml
  • Frascos de lavagem com alto volume e baixa pressão – Nasoar

Antileucotrienos (montelucaste de sodio)

 

São medicamentos muito seguros, podendo ser usados em crianças a partir de 6 meses e tambem em gestantes. A forma de administração tambem é muito prática, sendo administrado 1 comprimido ou sache 1x/dia. Melhoram os sintomas de rinite alérgica e tambem de conjuntivite alérgica e asma leve.

São considerados mais fracos que os corticoides nasais para alivio dos sintomas porem uma ótima opção para pacientes que alem de rinite alérgica têm asma ou que não gostam de fazer uso de medicamento no nariz. 

Descongestionantes

Podem ser de uso tópico, como Naridrin, Neosoro, Aturgyl etc. São muito eficazes em desentupir o nariz porém poucas horas depois o nariz volta a entupir e você pode ficar “viciado” nele se usar por muito tempo com frequência muito grande. Não devem ser usados por mais de 10 dias consecutivos para evitar o “vicio”.

Podem ser também de uso sistêmico, associados aos antialérgicos como Allegra d, Claritin d e Esalerg d. Nessa associação o nariz desentope muito mais do que só o antialérgico isolado. Em compensação tem mais efeitos adversos como taquicardia, palpitação, insônia etc. Os descongestionantes sistêmicos devem ser usados com cautela no tratamento da rinite alérgica

Cromoglicato de sódio (Rinolastim)

É um spray nasal que ajuda a prevenir a reação do corpo aos alérgenos. O cromoglicato de sódio é mais útil se você usá-lo antes de ser exposto a alérgenos. Este medicamento pode demorar 2 a 4 semanas para começar a fazer efeito.

São bastante seguros porém aliviam pouco os sintomas da rinite e são considerados medicamentos de segunda linha no tratamento da rinite alérgica

Colírios

Se os outros medicamentos não estiverem ajudando o suficiente com os olhos lacrimejantes e com coceira, o médico pode prescrever um colírio para você.

Geralmente são prescritos colírios antialérgicos como o Patanol s, Cromolerg ou Lastacaft, porém eventualmente pode ser preciso um colírio de corticoide por um período curto de tempo.

Vacina ou imunoterapia para rinite alérgica

A imunoterapia com alérgenos, também conhecida como injeções para alergia, é uma forma de tratamento de longo prazo que diminui os sintomas de muitas pessoas com rinite alérgica, asma alérgica, conjuntivite (alergia nos olhos), dermatite atópica ou alergia a insetos.

As injeções de alergia diminuem a sensibilidade aos alérgenos e geralmente levam ao alívio duradouro dos sintomas da alergia, mesmo após a interrupção do tratamento. Isso o torna uma abordagem de tratamento benéfica e econômica para muitas pessoas

A imunoterapia para tratamento de rinite alérgica pode ser administrada por injeções subcutâneas ou gotas sublinguais. O tempo de tratamento é longo, entre 2-5 anos, porém o efeito já começa a ser sentido nos primeiros meses.

vacina alergia sublingual

vacina sublingual para rinite alérgica

A grande vantagem da imunoterapia é o fato de melhorar a causa da rinite alérgica, o processo alérgico em si e não apenas tratar os sintomas. O paciente não fica tão dependente dos remédios, ele passa a usar cada vez menos medicação e com menos frequência.

Além disso a imunoterapia melhora não só os sintomas de rinite alérgica como os sintomas de asma, conjuntivite alérgica e dermatite atópica, sendo assim uma ótima opção para os pacientes que além de rinite alérgica também tem outras doenças alérgicas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>