lista medicamentos alergia anti-inflamatórios
Alergia a dipirona e anti-inflamatórios
21 de junho de 2020
alergia a picada de mosquito
Saiba Tudo sobre Alergia a Mosquito
14 de junho de 2021

Antialérgico ou anti-histamínico. Saiba tudo sobre eles.

 

Os Antialérgicos ou anti-histamínicos são os medicamentos mais usados para tratar as doencas alérgicas.

São geralmente usados no tratamento da rinite alérgica, sinusite, dermatites, urticária, conjuntivite alérgica e outras doenças. Leia o artigo até o final, saiba tudo sobre os antialérgicos e aprenda a controlar melhor suas alergias.

Como agem os antialergicos ou anti-histamínicos?

Quando seu corpo é exposto a substâncias que você tem alergia (alérgenos), algumas células podem liberar histamina. A histamina se liga às células do corpo e fazem com que elas inchem e vazem líquido. Isso pode causar coceira, espirros, coriza e olhos lacrimejantes no caso da rinite alérgica. No caso da urticária a histamina provoca as placas e inchaços (angioedema). Os antialérgicos são medicamentos que impedem a liberação da histamina e consequentimente diminuem esses sintomas. Por isso  são chamados tambem de anti-histamínicos, por inibirem a liberação de histamina.

 

Antialérgico  =  Anti-histamínico

 

Os antialérgicos são divididos em 2 grupos. Os de primeira geração, mais antigos e os de segunda e terceira geração, mais modernos.

 

Os antialérgicos de primeira geração são o grupo mais antigo. Eles são sedativos, o que significa que é provável que deixem você sonolento depois de usá-los. Deve-se evitar dirigir ou operar maquinas pesadas após o uso. Eles também não duram tanto em seu organismo, portanto, requerem uma dosagem mais frequente do que as gerações mais recentes.

 

São exemplos de antialérgicos de primeira geração:

  • Hidroxizina. – Hixizine
  • Clorfeniramina – Polaramine, Histamin
  • Prometazina – Fenergan
  • Difenidramina – Dramim. Não costuma ser usado em alergias mas para tratamento de nauseas/vômitos.

Os antialérgicos mais novos de segunda e terceira geração  foram desenvolvidos para direcionar sua ação em receptores mais específicos. Isso ajuda a diminuir os efeitos colaterais, incluindo sonolência. Além disso, esses medicamentos atuam por mais tempo em seu corpo, portanto, você precisa de menos doses, geralmente se usa 1x/dia.

São exemplos de antialérgicos de segunda e terceira geração:

  • LoratadinaClaritin
  • Cetirizina – Zyrtec
  • Desloratdina – Desalex, Esalerg
  • Levocetirizina – Zina, Zyxen
  • Bilastina – Alektos
  • FexofenadinaAllegra, Fexodane
  • Rupatadina – Rupafin
  • Ebastina – Ebastel

Importante lembrar que o  mesmo medicamento pode ser encontrado com vários nomes comerciais diferentes e os exemplos acima são apenas uma pequena amostra dos nomes comerciais disponíveis no mercado brasileiro.

O antialérgico tambem pode ser encontrados em combinação com outras drogas, para poder tratar vários sintomas diferentes ao mesmo tempo.

Para desintupir melhor o nariz é comum associar um antialérgico com um vasoconstrictor sistêmico como a pseudoefedrina. Coloca-se um D depois do nome do medicamento

  • Allegra D
  • Claritin D
  • Esalerg D

Nesse caso além do efeito antialérgico do medicamento conseguimos desentupir bem melhor o nariz do paciente com rinite. O problema é que passamos a ter os possíveis efeitos colaterais da pseudoefedrina como insônia, nervosismo, agitação, tremor, taquicardia, palpitação, arritimia perda de fome, dificuldade para urinar etc. 

Outro problema é que os antialérgicos com D (que contem pseudoefedrina) são vendidos apenas com receita médica comum. Você sabe o porque? Eles podem ser usados para fazer metanfetamina, uma droga altamente viciante e de uso proibido. Alguém ai viu Breaking Bad? 

 

Um antialérgico que contem pseudoefedrina não é mais forte do que um que não contem. Ele apenas desentope melhor o nariz. Então se sua queixa de obstrução nasal não é tão importante assim use um anti-histamínico comum que vai sair mais barato e com menos efeito adverso.

 

Qual antialérgico gestante pode tomar?

 

gestante com rinite alérgica

Em geral, não há evidências que sugiram que os anti-histamínicos causem má formação congênita nas crianças. Entre os de primeira geração, difenidramina e clorfeniramina têm a maioria das evidências que apóiam sua segurança na gravidez, e ambos são categorizados como medicamentos da classe B da gravidez, estão entre os mais seguros. Os anti-histamínicos da segunda geração com classe B da gravidez incluem cetirizina, loratadina e bilastina.

Qual antialérgico posso tomar amamentando?


Nenhum efeito prejudicial foi observado com o uso materno de anti-histamínicos. Essas drogas não parecem afetar o suprimento de leite. Poucos anti-histamínicos são excretados no leite materno, confirmando ainda mais a segurança do uso durante a lactação. Como na gestante, costuma-se prescrever cetirizina, loratadina ou bilastina.

 

O que acontece se tomar muito antialérgico?

Os anti-histamínicos sedativos são inespecíficos em suas ações e costumam ter efeitos anticolinérgicos marcantes. As características de toxicidade tendem a se desenvolver dentro de 6 horas após a sobredosagem e pode incluir:

  • Taquicardia
  • Alterações  da pressão arterial
  • Boca seca
  • Agitação
  • Alterações psiquiátricas 
  • Raramente, convulsões ou arritmias.
  • A sedação é exacerbada pela co-ingestão de outros depressores do sistema nervoso central, incluindo álcool.

Os anti-histamínicos não sedativos de segunda e terceira geração são menos tóxicos na sobredosagem, mas podem causar

  • Taquicardia
  • Sonolência
  • Distúrbios gastrointestinais
  • Cefaleia.

Qual o melhor antialérgico?

antialérgico

Os melhores antialérgicos são os de segunda e terceira geração, pois não costumam causar sonolência e podem ser administrados apenas 1x/dia. Para o tratamento de rinite, conjuntivite alérgica e urticária esses são os medicamentos de escolha. Ocasionalmente queremos dar um pouco de sono no paciente, principalmente se ele já se encontra em casa e não vai sair e esta se coçando muito. Ai podemos usar um antialérgico de primeira geraçao, sedante.

Dentre os de segunda e terceira geração não é possível escolher o melhor. Isso varia de paciente para paciente e da experiência do médico com aquele medicamento. 

 

Como tomar antialérgico?

Na bula dos antialérgicos de segunda e terceira geração a recomendação é de 1 comprimido ao dia para adultos e no caso de crianças a dose em mililitros depende da idade. Para o tratamento de rinite alérgica e conjuntivite alérgica geralmente essa dose é suficiente. No caso de urticária pode-se usar uma dose aumentada de até 4x a dose convencional, isso é, 4 comprimidos ao dias. Diversos estudos têm mostrado a segurança dessa dose aumentada, principalmente com o uso dos antialérgicos mais modernos. 

O anti-histamínico pode ser tomado em caso de uma crise, quando você entra em contato com poeira, mofo, fumaça de cigarro e os sintomas de alergia iniciam, e pode-se usar por alguns dias até os sintomas irem embora por completo.

Pode-se usar tambem antes de se expor ao alérgeno, quando você já sabe que vai ter a crise. Por exemplo, se voce sempre tem crises de alergia quando vai para a casa daquele parente que tem cachorro e fuma, você pode tomar o antialérgico antes de ir para prevenir a crise. Quando você toma o antialérgico antes mesmo de ter a crise o efeito é ainda melhor, o problema é que geralmente não sabemos quando a crise vem.

O antialérgico não deve ser o único tratamento para sua alérgia

O antialérgico é uma medicação para alívio imediato dos sintomas, ele não cura a causa do probema.

Se você sofre de rinite alérgica tem que investigar o que te causa a crise de alergia através de exames como os testes alérgicos (prick teste)  e tentar tratar a causa, seja evitando o contato fazendo um controle de ambiente adequado ou fazendo a imunoterapia (tratamento com vacinas) se for indicado. Outros medicamentos como corticoides nasais, lavagem nasal com soro fisiológio e antileucotrienos tambem podem estar indicados.

No caso da conjuntivite alérgica pode estar indicado o tratamento tópico com soluções lubrificantes, colírios de corticoide e tambem existem os antialérgicos tópicos oftalmológicos. O controle de ambiente e imunoterapia tambem são indicados nesses casos.

Se for o caso de urticária devemos tentar descobrir qual a causa. Pode ser uma alergia alimentar, alergia a medicamentos, alergia ao frio, calor, um quadro autoimune e outras causas. Uma boa investigação diagnóstica geralmente mata a charada e as vezes consegue-se suspender o uso do antialérgico. Em casos graves pode-se precisar usar tambem outros medicamentos como imunossupressores ou imunobiologios como o omalizumabe (Xolair).

Espero que tenham tirado suas dúvidas e caso precisem de alguma ajuda podem escrever nos comentários abaixo. 

 

Doctoralia.com.br

 

30 Comentários

  1. Mariana Morais dos Santos disse:

    Gostaria de saber qual o antiacido pode ser tomado para quem tem alergia a Dipirona e ass e ta com azia dor no estomago

    • Qualquer antiácido que não contenha antiinflamatorios. Basta olhar os principios ativos do medicamento

      • Jorge disse:

        Tenho um tipo de urticária que se manifesta mediante o aumento da temperatura corporal, exposição ao stress e ao sol. Basicamente uma alergia do “calor”.
        Já tomei Alektos que ajudou muito, porém após meses retornou, e novamente tomei Hixizine que ajudou também mas em meses retornou… Mesmo eu tomando os remédios.
        Não sei o que fazer 😞

  2. Francisco Damião da Silva disse:

    Esta saindo muitos carossos na minhas pernas o que devo fazer Dr

  3. Margarete disse:

    Ola doutor. gostaria de saber quando devo tomar o antialérgico, depois ou antes de comer algo, pois tenho alergia alimenta.

    • O ideal para quem tem alergia alimentar e não comer o alimento e não tomar um antialergico e depois comer o alimento. Não é possivel ter certeza que apenas o uso de um antialergico vai evitar o quadro de alergia após a ingesta do alimento. Se voce ja comeu e esta em crise de alergia deve tomar até a crise passar por completo

  4. giovana souza disse:

    Bom dia Dr. Anré Aguiar! qual é o melhor antiteológico para coceira no rosto, pois usei uma máscara descartável e me deu uma coceira e meu rosto ta super inchado com bolinhas e ainda to espirando muito.

  5. Elzite Castro disse:

    Fui picada por carrapato em um lugar que tem muita capivara oq eu faço qual medicamento posso tomar…

  6. Maria Marilene Assunção disse:

    Oi doutora Oi Dr André boa noite eu tô com problema na pele que fica saindo umas patadas vermelhas sabe na minha barriga na minhas pernas Já procurei médico já tô quase um ano com isso e ninguém passa uma medicação certa para mim tomar Será que o senhor poderia me ajudar e da mesma forma que elas aparece elas desaparecem assim questão de pouco tempo

  7. Rebeca Helena disse:

    Qual melhor para renite Allegra ou Zina? Quaal tem menos efeito colateral?

  8. Waldeci disse:

    Sempre tomo anti_antialergico… E nunca isso passa ou seja só saro quando estou tomando…
    E estou sentindo reações… Me ajuda indicando um bom.

    • O antialergico é apenas um sintomatico. O objetivo dele não é curar uma alergia. Se voce tem rinite alergica, por exemplo, melhora com antialergico e depois de parar os sintomas voltam. Isso é o normal. Voce tem que investigar a causa de sua alergia e tratar a origem do problema

  9. Bruno Biller disse:

    Oi Dr. Eu gostaria de saber qual medicamento uma pessoa que tem urticária pode usar quando se está gripado ou resfriado e não acabar piorando uma crise?

  10. Maria disse:

    Dr, tenho uma filha de 26 anos e tem urticária. Desde infância. Ja usou vacina, q ñ resolveu nd, fez diversos exames especificos e ñ obteve conclusão, fez terapia, usou medicamento da flora, ate msm adrenalina p socorrer. Hoje é 21/05/21 e desde novembro de 2020 ela está em crise, necessitando usar histamin quase td dia, pq outro remedio ñ resolve e a crise afeta garganta à noite . Como faço p tentar tratar c xolair? Os médicos q ela consulta ñ fala sobre esse medicamento. Estou aqui fazendo um pedido de socorro. Me Desculpe, mas isso tá atrapalhando a vida dela em tds os aspectos.

    • Voce deve procurar um alergista com experiencia nesse tipo de tratamento. É um medicamento que já consta no ROL de procedimentos da ANS e os planos de saude pagam por ele, uma vez que é extremamente caro. O único que popde indicar para voce o Xolair é um medico especialista.

  11. Paula beatriz flores brum disse:

    Bom dia meu marido tem coceira por todo o corpo após o banho e sempre que soa já faz 20 anos já fez de tudo todos exames dermatologista e nada

  12. Bruna disse:

    Boa noite!
    Eu tenho alergia por estresse, sempre que passo por alguns situação no dia a dia, apresento placas vermelhas pelo corpo, que dependendo da intensidade, doem e coçam. Faço tratamento com Alektos a um tempo e me ajuda muito. Porém é um pouco caro. Qual anti alérgico com a mesma finalidade eu poderia substituir com preço mais em conta?

  13. eduardo disse:

    Dr. André, boa noite! Gostaria se possível tirar uma dúvida; tenho 53 anos e aqui na minha cidade, conforme o calendário, já está chegando a minha vez para a vacinaão contra a covid19.

    Sou alergico, e já há mais de três anos, tomo diariamente anti histamínico, Alektos.

    Tenho receio de interromper o medicamento, pois minha alergia se manifesta. Em dias que passa um pouco do horário de tomar o Alektos, já começo a sentir a garganta arranhar e a pele coçar.

    Cito algumas coisas que já desencadearam fortes reações alergicas; como por exemplo Macarrão Instantâneo e tudo a base de glutamato de potássio, Pãezinhos de ovos da Panco, Dipirona, Ácido acetilsalicílico e Laranja. Tenho também alergia a pó (acaro). Os elementos acima citados, antes do Alektos me causaram inchaço nos lábios, nariz, olhos, lingua e garganta, bolhas nas nádegas e vergões por todo corpo, fortes batimentos cardiácos e falta de ar. Não cheguei a precisar tomar a adrenalina; tomei loratadina.

    Só depois de marcar consulta com um especialista, logo depois dos problemas, é que comecei a tomar Alektos. O Alektos me trouxe uma ótima qualidade de vida.

    Minha dúvida e se tenho que parar com o medicamento para tomar a vacina contra a covid-19, ou se a vacina poderá desencadear algumas das reações que já tive.

    Um grande abraço e muito obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

//]]>